Novidades

A Sony aumenta o valor agregado desta solução com a introdução de três novos produtos prontos para produções 4K/IP: as unidades XVS-8000, BPU-4500 e PWS-4500.

Basingstoke, 4 de setembro de 2015: A Sony anunciou hoje três novos produtos ao seu Sistema de produção IP Live, uma solução com grande valor agregado que aumenta a eficácia operacional e ao mesmo tempo fornece um suporte robusto para modalidades de alto valor, como 4K e 8K. Com um design pensado especialmente para emissoras, o Sistema de produção IP Live da Sony aperfeiçoa e moderniza os fluxos de trabalho de transmissão ao vivo, além de admitir tecnologias de próxima geração que surgem na criação do conteúdo.

Para garantir sua interoperabilidade, a Sony estabelece vínculos corporativos e proporciona aos principais fornecedores acesso às tecnologias e ferramentas de desenvolvimento necessárias. Até o mês de setembro de 2015, existem 36 fabricantes que admitem o sistema de produção IP Live.

A Sony mostrará esta nova tecnologia na feira IBC 2015, junto com novos produtos prontos para produções IP em 4K com interfaces IP diretas e as SDI convencionais, oferecendo uma configuração de sistema flexível e uma migração suave aos sistemas baseados em IP. Os visitantes este ano terão a oportunidade de conhecer o novo XVS-8000, o primeiro switcher de produção 4K/IP ao vivo do mundo; o BPU-4500, um processador de banda base 4K/IP e o PWS-4500, um servidor audiovisual multiporta IP para formato 4K. Juntos, estes produtos formam um ecossistema completo que oferece um sistema de produção IP ao vivo administrado e distribuído eficazmente através do software IP Live System Manager.

Junto ao desenvolvimento de soluções para a produção IP ao vivo, a Sony desenvolveu uma nova interface de transmissão audiovisual denominada Networked Media Interface. A Networked Media Interface transformará todos os sinais de gravação ao vivo em IP, como áudio, vídeo, metadados, sinais sincronizados e de controle. Isto permitirá o intercâmbio de recursos entre sistemas de produção o que fará possível integrar sistemas baseados em arquivos e sistemas ao vivo em um único sistema. Deste modo, não só aumentará a produtividade, mas também produzirá uma significativa redução de custos para as emissoras, pois as mesmas já não terão que duplicar seus investimentos para cada sistema de produção.

Os avanços obtidos com a Networked Media Interface também refletem os avanços tecnológicos dentro de uma indústria em desenvolvimento, suprindo, desta maneira, a crescente demanda de conteúdo com maiores frequências de quadros e resoluções. A Networked Media Interface é uma interface que admite os formatos SD, HD, 4K, 8K, e uma alta frequência de quadros em conteúdo comprimido e não comprimido. Além disso, transmite material em formato 4K sobre IP com um único cabo Ethernet em um códec de vídeo de baixa latência.

Com a introdução do IP Live, as emissoras garantem que suas infraestruturas sejam eficazes e escaláveis, e que possam ter um investimento que dure uma década e mais, substituindo e superando efetivamente as capacidades atuais oferecidas pela interface SDI. A escalabilidade do sistema se reflete na migração do SD/HD a um formato de vídeo de próxima geração.

Como parte da Networked Media Interface, a Sony apresentou à SMPTE (Society of Motion Picture and Television Engineers – Sociedade de Engenheiros de Cinema e Televisão) um Documento registrado de declaração (RDD, por seus termos em inglês) contendo a especificação técnica do codec de vídeo de baixa latência que foi desenvolvida para a transmissão de 4K sobre IP a 10 Gpbs. A Sony também propôs os elementos tecnológicos necessários para realizar uma produção ao vivo sobre IP, que entrarão em vigência na definição do standard SMPTE ST 2022.

Na Feira IBC deste ano, a Sony terá o prazer de anunciar que a TV Globo, a principal emissora do Brasil, escolheu a Sony como sua sócia para a migração de seu sistema a um sistema baseado em IP. A TV Globo assinou recentemente um contrato com a Sony para desenvolver a primeira Unidade Móvel de transmissão exclusivamente projetado para transmitir em formato 4K sobre IP, o qual estará disponível a partir do próximo ano.

“Essa nova Unidade Móvel constituirá um componente chave nos planos de produção da TV Globo para os próximos grandes eventos esportivos que acontecerão no Brasil a partir de 2016. A TV Globo sempre considerou a Sony como uma grande parceira, de modo que somá-la a este projeto estratégico nos dá a confiança de que sua implementação será bem sucedida. Além disso, a visão da Sony quanto à tecnologia de produção ao vivo em 4K sobre IP está muito bem alinhada com a nossa.”, afirmou Raymundo Barros, CTO da TV Globo.

Novos produtos

• Primeiro switcher de produção ao vivo 4K/IP modelo XVS-8000 

O switcher XVS-8000 é compatível com a Networked Media Interface e tem conectividade IP direta. A função 4K está baseada no reconhecido switcher multiformato MVS-8000X e foi melhorada no switcher XVS-8000, em forma similar às configurações de 5ME, a fim de satisfazer a demanda de soluções para a produção de eventos ao vivo. Também inclui a função de varredura CG em formato 4K graças a maior capacidade de memória de quadro do switcher XVS-8000, ao mesmo tempo em que sua unidade de memória incorporada SSD permite um backup seguro e uma rápida recuperação do material.

Disponível a partir de janeiro de 2016.

 

• Processador de banda base 4K/IP modelo BPU-4500

O processador BPU-4500 é compatível com a Networked Media Interface e tem conectividade IP direta, motivo pelo qual funciona com câmeras 4K, como a HDC-4300, a F65 e a PMW-F55, utilizando o adaptador de sistema de câmeras CA-4000. O processador BPU-4500 gera sinais 4K e HD simultaneamente para adaptá-los ao sistema atual de câmeras HD da Sony. O processador BPU-4500 funciona com a unidade de controle de câmera HDCU-2000/2500, permitindo o mesmo funcionamento do sistema que o atual sistema de câmeras HDC.

Disponível a partir de janeiro de 2016.

 

• Servidor 4K/IP modelo PWS-4500

O servidor AV PWS-4500 admite tanto a interface Networked Media Interface (com um cartão opcional) como a interface convencional SDI. Inclui a nova função “Share Play” com conexão de rede de 10 G, o que permite monitorar e intercambiar arquivos entre servidores localizados lugares diferentes, por exemplo, entre diferentes instalações ou móveis de exteriores. Também inclui alimentação redundante e reprodução em câmera lenta de 8x em formato HD (opcional).

Disponível a partir de janeiro de 2016.

Serviço Autorizado

Revenda Autorizada

RODE.pngARRI.pngBLACKMAGIC.pngPANASONIC.pngROLAND.pngAJA.pngEIMAGE.pngALHVA.pngLINEPRO.pngSACHTLER.pnggenelec.pngCATDV.pngKRAMER.pngNEWTEK.pngZEISS.pngSONY.pngCOMER.pngGRASSVALLEY.pngDATAVIDEO.pngATEK.png