Dicas

O maior causador de irritação nos telespectadores em todo o mundo é a diferença no volume da TV entre a programação normal e a faixa comercial. A variação de volume entre diferentes canais é também bastante significativa e causa grande desconforto.

Estes e outros problemas estão sendo tratados em vários países nos últimos anos, inclusive no Brasil, onde desde julho de 2013 a legislação passou a punir as emissoras de TV aberta que não cumprem, nas transmissões digitais, uma norma formalizada nos organismos internacionais de padronização que visa equalizar estas diferenças estabelecendo valores determinados de volume sonoro para as obras audiovisuais, o Loudness.

Loudness é uma palavra inglesa que não tem tradução direta para o português e pode ser entendida como a percepção humana a respeito de um volume sonoro. Historicamente, os métodos para se manter os níveis de áudio compatíveis entre programas consistiam no controle de duas características do sinal de áudio: o pico máximo (PPM) e o volume médio (RMS). Com o passar do tempo ficou evidente que esta metodologia não era mais suficiente.

Loudness em si é uma medida de intensidade de uma percepção subjetiva. Agora o controle dessa percepção dentro da emissora é uma questão complexa, razão pela qual o Brasil é um dos precursores na regulamentação do tema. Nenhum país tem uma legislação como a do Brasil. A lei ficou quase dez anos sem regulamentação, justamente por causa dessa dificuldade. Vendo que os Estados Unidos tinham feito a regulamentação deles, o Ministério Público achou que era a hora de estabelecê-la no país. Só que a maneira como fizeram a regulamentação aqui é mais complexa, e não há país onde as regras sejam tão rígidas.

O que se mede?

Segundo a norma EBU-R128, três informações caracterizam o nível sonoro de um programa:

  • Picos reais medidos em dBTP
  • Loudness médio medido em LKFS ou LUFS
  • Faixa de Loudness medida em LU (excursão ao longo do programa)

As medidas são simples de se fazer desde que se use equipamento ou software apropriados e o descumprimento da norma na entrega de programas para exibição deverá causar recusa na maioria das emissoras.

Como são medidas feitas com uma regra (BS-1770) bem clara publicada há anos e adotada na maioria dos países, os programas brasileiros poderão agora desfrutar de mercados internacionais sem sofrer adaptações.

Ao profissional de mixagem, mais do que limites, a norma traz clareza para as condições de exibição do seu produto. Com a segurança de que o volume do programa não será alterado na exibição como ocorre hoje, será possível explorar melhor as opções criativas na concepção sonora.

Os parâmetros de controle

O nível de áudio das mensagens publicitárias deverá ser ajustado com medidores de loudness em conformidade com a recomendação EBU R-128-2011.

  • O Loudness Médio (Programme Loudness) deve ser ajustado em -23 LUFS, com tolerância de 0 LU para cima e 1 LU para baixo.
  • A Faixa de Loudness (Loudness Range – LRA) deve ser limitada a, no máximo, 8 LU.
  • O pico real máximo (True Peak Max) deve ser limitado a, no máximo, -3 dBTP.
  • O nível do tom de áudio de 1kHz do COLORBARS que antecede a claquete deve ser de -20dBFS nos 4 canais de áudio.

Como medir

Existem vários medidores disponíveis no mercado, tanto por hardware quanto por software e no formato de plug-ins para os principais softwares de edição. Em princípio, qualquer medidor que se adeque à recomendação EBU R 128 -2011 pode ser utilizado. Seguem alguns exemplos:

• TC Electronic LM6 (plug-in para Final Cut Pro, ProTools e outros softwares de edição, até 5.1) ou LM2 (apenas estéreo).

• Dolby Media Meter (software stand-alone)

• RTW TM3 (hardware, até 5.1, entrada analógica ou digital), TM7 (hardware, até 16 canais, entrada analógica ou digital), TM9 (hardware, até 16 canais, entrada analógica, digital ou SDI)

• Dolby LM100 (hardware, apenas estéreo – multicanal apenas se utilizando codecs Dolby, entrada analógica ou digital)

• R128GAIN (software open source)

Fonte: Comunicado TV GloboBlog TecsatRevista SETDOT

Serviço Autorizado

Revenda Autorizada

BLACKMAGIC.pngKRAMER.pngRODE.pngSONY.pngEIMAGE.pnggenelec.pngNEWTEK.pngATEK.pngROLAND.pngGRASSVALLEY.pngAJA.pngCOMER.pngARRI.pngPANASONIC.pngSACHTLER.pngCATDV.pngDATAVIDEO.pngALHVA.pngLINEPRO.pngZEISS.png